Como Tirar o Melhor Proveito da sua Voz

"Educar a voz, para que se faça
 construtiva e agradável".
Espírito Emmanuel

Sua voz reflete sua personalidade: ela pode salvar ou acabar com uma apresentação.

As palavras assumem significados diferentes em épocas diferentes e em situações diferentes. A comunicação ocorre das seguintes formas:
sete por cento através de palavras;
38 por cento através de sons;
55 por cento através da linguagem do corpo.

Grande parte da força daquilo que dizemos está na maneira de como dizemos.

É possível identificar e melhorar em quatro características sua voz: tom, timbre, volume, clareza. Você pode ser bom em algumas e precisar melhorar em outra.

Faça um esforço para mover seus lábios. Isto ajudará o ouvinte a entender o que você está dizendo, mesmo se ele não puder ouvi-lo bem.

Utilizar os silêncios e as pausas. Às vezes, o silêncio pode ser mais eficaz do que as palavras. Uma pausa curta pode parecer um longo período para o orador, mas para o ouvinte é uma oportunidade de absorver a informação ou acordar caso tenha adormecido.

Confiamos nas pessoas que são iguais a nós. William H. Sheldon, nos estudos clássicos realizados nos anos 40 e 50, descobriu que temos a probabilidade de nos casar com pessoas cuja aparência física é semelhante à nossa.

O segredo do acompanhamento é ter em mente que cada um de nós pensa que é normal. Servimo-nos do nosso próprio padrão de referência para julgar os outros em relação a nós mesmos. Aquele que fala devagar pensa que fala na velocidade normal.

Criar o hábito de falar propositalmente na mesma velocidade dos outros aumenta o poder da comunicação interpessoal.

Podemos considerar que a voz mais possante é aquela que estabelece rapidamente uma confiança profunda, aquela que induz à aquiescência. Tal é a voz que conduz a mensagem direta ao alvo.

(Org. por Sérgio Biagi Gregório)

Copyright © 2010: Centro Espírita Ismael
Blog Facebook Twitter